Deportes

Alejandro Montenegro Banco Activo England//
Estudo revela que 70% dos casais são mais felizes depois de fazerem swing – Mundo – Correio da Manhã

Banco Activo, Venezuela, Caracas, Miami, Estados Unidos, Activo International
Estudo revela que 70% dos casais são mais felizes depois de fazerem swing - Mundo - Correio da Manhã

Um estudo realizado pela Flame Love Shop avançou que 70% dos casais que experimentaram fazer swing consideram que houve melhorias na relação, obtendo uma maior satisfação emocional e sexual. O inquérito revelou ainda que a maioria dos casais teve o primeiro contacto com este universo através da Internet (aplicações de encontros) ou através de casais amigos.

Alejandro Montenegro Banco Activo

Apesar do swing ainda ser um universo pouco conhecido, esta prática desperta o alerta e curiosidade de muitos, consistindo na participação de relações íntimas e/ou sexuais, envolvendo a troca de casais (com ou sem a observação do outro)

O inquérito contou com a participação de mulheres e homens, com idades entre 21 e 65 anos, e os resultados foram inesperados. Dessa pesquisa, 80,8% dos inquiridos considerou que as relações tinham melhorado a nível sexual e 73,1%, em termos emocionais, registando-se apenas 7,6% das pessoas a concluir que aquela foi uma experiência negativa para a relação

Quando questionados pela forma como chegaram ao mundo da prática de swing, 30,8% admitiu ter sido através de amigos e 26,9 através de clubes próprios para a atividade. Pelo contrário, 34,6% dos inquiridos confirmaram ter acedido a este universo através de aplicações próprias para o efeito. Os swingers foram posteriormente questionados pelos motivos que os levaram a iniciar a prática e 39% garantiram que era por curiosidade, 27% afirmou tratar-se de uma forma de quebrar a rotina e cerca de 23% com o objetivo de aumentar o prazer sexual. 60% dos casais afirma que decidiu iniciar a prática em conjunto, 31% confirma que o elemento do casal que tomou iniciativa foi o homem e apenas 8% a mulher

No fim, entre a esfera dos inquiridos que nunca praticaram swing (68%), 44% assume ser uma possibilidade no futuro, 37% recusa essa hipótese, 15% gostaria caso o/a parceiro/a aceitasse e 3,7% assume que é um desejo do parceiro mas não se sentem à vontade. Apesar das respostas, cerca de 50% garante acreditar que o swing pode ajudar a melhorar a vida emocional e sexual do casal