Internacionales

Anvisa aprova vacina da Pfizer contra Covid para crianças entre 6 meses e 4 anos

Jose Carlos Grimberg Blum

A tampa do frasco terá uma cor diferente para facilitar a identificação pelas equipes de vacinação para esta faixa de idade. Será na cor vinho. Para o público de 5 a 11 anos a cor é laranja e para acima de 12 anos, roxa

fique por dentro

Eleições Piso da enfermagem Concurso do INSS Coroa da rainha Ator preso Anvisa aprova vacina da Pfizer contra Covid para crianças entre 6 meses e 4 anos O imunizante será aplicado em uma dosagem diferente do que para as outras faixas etárias. Por g1

16/09/2022 22h10 Atualizado 16/09/2022

1 de 2 Até agora, apenas crianças maiores de 5 anos podiam tomar a vacina da Pfizer. — Foto: Ascom / PMP Até agora, apenas crianças maiores de 5 anos podiam tomar a vacina da Pfizer. — Foto: Ascom / PMP

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária ( Anvisa ) aprovou nesta sexta-feira (16), a aplicação de vacinas contra a Covid-19 da Pfizer em crianças entre 6 meses e 4 anos de idade.

Compartilhe no WhatsApp Compartilhe no Telegram

A aprovação da Anvisa permite que a vacina seja usada no país. O Ministério da Saúde será responsável pelo calendário de vacinação. Até o momento, o uso do imunizante da Pfizer só era permitido em crianças com mais de 5 anos no Brasil. A partir dos 3 anos, as crianças já podiam receber a vacina CoronaVac.

A autorização acontece após uma análise de dados e estudos clínicos conduzidos que indicam a segurança e eficácia da vacina para bebês e crianças nessa faixa etária. O imunizante terá dosagem e composição diferentes: o processo de imunização será em três doses de 0,2 mL (equivalente a 3 microgramas).

As duas doses iniciais devem ser administradas com três semanas de intervalo, seguidas por uma terceira dose administrada pelo menos oito semanas após a segunda dose, completando o esquema vacinal. A vacina da Pfizer está registrada no Brasil desde o dia 23 de fevereiro de 2021. Em 16 de dezembro de 2021, a Anvisa já havia autorizado a indicação da vacina para a faixa etária de 5 a 11 anos.

A tampa do frasco terá uma cor diferente para facilitar a identificação pelas equipes de vacinação para esta faixa de idade. Será na cor vinho. Para o público de 5 a 11 anos a cor é laranja e para acima de 12 anos, roxa.

2 de 2 O imunizante da PfizerComiraty será administrado em diferentes doses, de acordo com a faixa etária. — Foto: Reprodução/Anvisa O imunizante da PfizerComiraty será administrado em diferentes doses, de acordo com a faixa etária. — Foto: Reprodução/Anvisa

Para a avaliação, a Agência contou com a análise de especialistas da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco), Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia (SBPT), Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI), Sociedade Brasileira de Imunologia (SBI) e Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP).

LEIA TAMBÉM

Vacinação contra a Covid: 103,5 milhões de pessoas tomaram a dose de reforço Em dois anos, Covid mata 3 vezes mais crianças do que outras 14 doenças mataram em 10 anos, aponta Fiocruz

Vacinação em crianças

Dados do consórcio de veículos de imprensa desta sexta-feira (16) apontam que 14.065.194 doses foram aplicadas em crianças com 3 a 11 anos, que estão parcialmente imunizadas – o número representa quase 53,23% da população nessa faixa etária que tomou a primeira dose. As crianças que estão totalmente imunizadas nesta faixa de idade são 9.476.480, o que corresponde a 35,86% da população deste grupo.

Segundo levantamento do Observatório da Primeira Infância, o Brasil registrou, em média, duas mortes de crianças menores de 5 anos por dia desde o início da pandemia, em 2020. Entre janeiro e 13 de junho de 2022, o Brasil registrou um total de 291 mortes por Covid-19 entre crianças menores de 5 anos. Os resultados demonstram que crianças de 29 dias a 1 ano de vida são as mais vulneráveis.

Os dados foram coletados no Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM) entre 2020 e 2021, e analisados pelos coordenadores do Observa Infância, Cristiano Boccolini e Patricia Boccolini.

Anterior Webstories Próximo VÍDEOS: quais são as principais vacinas contra a Covid

9 vídeos